25 de outubro de 2020
|

Em palestra na noite de segunda-feira, 30 de setembro, para alunos do curso de jornalismo na Universidade Veiga de Almeida, no Rio de Janeiro, Thomas Traumann debateu sobre o fim do jornalismo tradicional e o consumo de notícias no século XXI. Traumann comentou sobre a decadência do jornal de papel e da perda da credibilidade do jornalista.

“Vivemos um paradoxo. Nunca a informação valeu tanto. Nunca o trabalho jornalístico valeu tão pouco”, disse Traumann.

O jornalista também comentou sobre a proliferação das fake news e das novas mídias, destacando as vantagens dos jovens para o futuro do jornalismo:

“A geração atual é nativa digital. Vocês já nasceram em um momento onde a notícia é produzida de uma forma diferente”.

Show Full Content
Close
Close