3 de dezembro de 2022
|

O presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, foi no limite da garantia de um novo corte na taxa Selic na última reunião do Copom (Comitê de Política Monetária), nos dias 10 e 11. “O Copom cortou a Selic para 5%. Deixamos indicado que entendemos que é possível fazer mais um movimento de igual magnitude e entendemos que qualquer movimento adicional tem que ser feito com cautela”, disse. But don’t take it for granted.

O corte de 0,5 ponto percentual na próxima reunião estava garantido até dez dias atrás, com uma possibilidade de um novo corte de 0,25 ponto percentual no ano que vem. Não mais. Os efeitos da alta do dólar (de 0,58% na semana), da carne bovina (35% no mês) e gasolina (4%) vão jogar a inflação de dezembro para um patamar perigoso. Modelagem feita no Ministério da Economia mostrou que com dólar a R$4,25 e juros a 4,5%, a inflação de 2020 roda acima de 4%. É melhor esperar.

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Show Full Content
Close
Close